THEME BY ©
My secrets in metaphorical words.
« 3/29 »


2 weeks ago 0 notes + reblog
"Setting fire to our insides for fun, collecting names of the lovers that went wrong"
- Daughter

2 weeks ago 0 notes + reblog
"So please, go easy with my baby. Please, go easy."
- Mac DeMarco

Pois perto de ti sempre fiz sombra
Quando me afastei, dei espaço ao sol
Ele iluminou a tua vida vida
Aqueceu teus dias frios
E me transformou numa silhueta
Um vulto ao longe
Um simples passado.


2 weeks ago 0 notes + reblog

mofo-cosmico:

“Já me matei faz muito tempo

me matei quando o tempo era escasso

e o que havia entre o tempo e o espaço

era o de sempre

nunca mesmo o sempre passo

Morrer faz bem à vista e ao baço

melhora o ritmo do pulso e clareia a alma

Morrer de vez em quando

é a única coisa que me acalma”

Paulo Leminski   


Você puxou o pino
Eu segurei a granada
Saí correndo
E tropecei

Na explosão
Feri a alma
Você teve arranhões,
Mas já cicatrizaram

A guerra acabou
Ninguém morreu
Ninguém venceu
Nem o amor


rubyetc:

bustin out the crayons


"Somos obras de arte ambulantes, feitas com tinta insecável, manchando quem se aproxima e sendo manchado também."

Sonhava estar num bonde
Onde então eu te encontrava
Quem diria você aqui
Perto de mim, tão longe

Quem disse que tua vida
Não é pra cruzar na avenida
Do meu sobrenome que eu nem lembro mais
Das coisas que não vivi
Ao teu lado

Quem sabe queira me mostrar
O interior do livro tal qual
Só conheço a capa que tapa
A história do teu corpo

E então eu sonhava
E então eu te encontrava
Perto de mim, tão longe
Mas perto de mim

E então eu sonhava
Quem diria você aqui
Perto de mim, tão longe.